Topo
Constança Rezende

Constança Rezende

Aras economiza em despedida de Dodge: ‘Agradeço por sua retidão’

Constança Rezende

17/09/2019 21h18

Imagem: Pedro Ladeira /Folhapress

O indicado para a PGR (Procuradoria-Geral da República), Augusto Aras, foi sucinto ao falar sobre o último dia de sua possível antecessora, Raquel Dodge, nesta terça-feira (17).

Enquanto Dodge fazia o seu discurso de despedida no órgão, Aras percorria os gabinetes dos senadores para pedir por sua aprovação.

Abordado pela reportagem, em um dos corredores da Casa, ele se negou a comentar a saída da procuradora. "Só vou falar durante a minha sabatina", disse, em resposta padrão a qualquer questionamento feito pela imprensa.

Apenas depois de ter sido provocado por sua assessoria, Aras enviou uma nota genérica cumprimentando Dodge e lembrando que ela foi a primeira mulher a comandar a PGR.

"Parabenizo Raquel por sua gestão e agradeço por sua delicadeza e retidão nos momentos em que interagimos ao longo dos últimos dois anos. Desejo-llhe sorte nos desafios futuros", limitou-se.

Aras também afirmou que o cargo de PGR é "da mais alta importância para a nação" e que "o Ministério Público é o guardião do regime democrático de direito".

Já Dodge foi mais simpática com o seu sucessor. Em seu discurso na procuradoria, disse que lhe desejava "muito êxito" e que deixaria o gabinete organizado para o subprocurador.

"Estive em contato com Aras e Alcides Martins (interino que ficará no cargo enquanto o indicado não é aprovado) para fazer uma transição como deve ser feita: amena, serena e com todas as informações", afirmou.

Nesta terça, Aras visitou 17 gabinetes de senadores. Ele também almoçou com o Bloco Parlamentar Vanguarda, composto por senadores do Democratas (DEM), Partido Liberal (PL) e Partido Social Cristão (PSC).

A assessoria de Aras calcula que o subprocurador já tenha visitado pelo menos 55 gabinetes. A intenção era ir nos 81. O senador Jorge Kajuru (Patriota-GO) recusou o encontro.

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) deverá ler o parecer favorável a sua indicação nesta quarta-feira (18). A previsão é que a sabatina e a votação ocorram no próximo dia 25.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre a Autora

É colunista do UOL, em Brasília. Passou pelas redações do Estadão, Jornal O Dia e Jornal do Commercio.

Sobre o Blog

Notícias sobre o que acontece de mais quente em Brasília, bastidores e entrevistas.